Mídia social e a sua empresa.

redes_sociais

Quase 10 milhões de pessoas acessaram e leram blogs no Brasil, de acordo com dados do Ibope/NetRatings de dezembro de 2007, o que representa 45% do número de internautas ativos no mês. Fonte: IDGNow

Em julho, 21,9 milhões de pessoas navegaram por blogs no país – o equivalente a 60% dos internautas ativos, segundo o Ibope Nielsen Online. Fonte: Folha de São Paulo, Domingo, 23/08/09 – Pág. F1

Perceptivelmente visualizamos dia após dia, o crescimento sem precedentes das mídias sociais em nossas vidas, por isso a quantidade de informação em velocidades inimagináveis em toda a rede. Consumidores se transformam em formadores de opinião, pesquisam e passam a participar dos conteúdos e interagem com a marca. Descobrem que se transformaram em uma peça primordial no processo, e se tornam cada vez mais importantes na construção da rede.

Com tudo isso no mouse, passamos a procurar novas ferramentas e formas de comunicação com este público cada vez mais sedento por novidades e interação. Por isso as empresas trocam seus sites por serviços gratuitos de redes sociais como, Orkut, Facebook, Twitter, Myspace, Blogs, youtube e muitos outros. Falam a língua do consumidor e não somente oferece seu produto e serviço, como participam com milhares de informações pertinentes ao seu público alvo a aumentando a relação entre as marcas e seus clientes.

Devido a toda esta transformação, segundo a Folha de São Paulo, várias empresas estão se especializando na área de propaganda, outras contratam profissionais para cuidar especificamente da comunicação da empresa nas mídias sociais.

Em Foz do Iguaçu, a legião de profissionais “blogueiros”, “twitteiros” e etc são grandes, e não para de crescer. São diversos profissionais de várias áreas, trocando informações, pesquisando e consumindo.

Atualmente montamos uma estratégia com um de nossos clientes para sua empresa ingressar nas mídias sociais, com informações, divulgando promoções e a se comunicar com seu público alvo na internet. Em pouco menos de dois meses já obteve ótimos resultados, considerando que é a primeira empresa do segmento local a fazer parte das redes sociais. Twitter @idealmoveis

O que passa ser mais interessante, é que não importa o assunto em que se interesse, sempre existirá um blog com informações a respeito, então, uma twittada ou outra descobre sobre aquele tema específico. Portanto, tudo que eu quiser eu encontro na rede, com milhares de pessoas no mundo oferecendo gratuitamente a informação necessária.
Abaixo um vídeo no Youtube é claro, da Chleba Agência Digital – sobre estratégia de marketing online.

Anúncios

Mundo e a Rede

1021284_36393445Quem ainda duvida das possibilidades que a rede nos traz, é só prestar a atenção nos noticiários dos últimos meses.
Pela primeira vez um candidato a presidente norte americano foca suas campanhas na rede envolvendo milhares de jovens, tornando-se uma esperança para um País em crise. Ferramentas como o Youtube foi usada por diversas pessoas, que se identificavam com o candidato a se manifestar em seu favor, aumentando ainda mais a sua popularidade, que hoje é presidente dos Estados Unidos Barack Obama, ou você nunca ouviu falar da “Obama Girl.”?
Outra observação são os programas na televisão, cresce o envolvimento dos internautas nas programações, MTV, Rede Globo e muitas outras, com enquetes e sugestão de pautas e vídeos.
A mais recente demonstração desta fácil interatividade e principalmente a liberdade, são as manifestações no Irã após as eleições de 12 de junho, com a proibição dos repórteres saírem às ruas filmar e entrevistar as pessoas, manifestantes começaram a divulgar as imagens na rede, combinar encontros e recados em sítios como o Twitter, blogs e até o MSN, fazendo com que todo o mundo saiba das denúncias do candidato derrotado, sobre possíveis fraudes nas eleições e através destas ferramentas causarem impacto que consequentemente já vem sofrendo pressões dos líderes mundiais.
Temos milhares de exemplos que fazem crescer ainda mais as oportunidades e informações através da rede, obviamente a tendência é maior, resultada pela facilidade de compra de computadores. De acordo com a FGV (Fundação Getúlio Vargas), em recente pesquisa realizada, a classe C representa 53% do total da população. Por isso grande parte dos computadores do País está sob o domínio dessa emergente fatia de habitantes. Fonte: Revista Meu Próprio Negócio – Ano 7 – Edição 76, Pág. 16.
Por isso, percebemos o crescimento pelas vendas na internet, veja as Casas Bahia divulgando seu site nos comerciais veiculados na televisão, o Sítio do Submarino em revistas e patrocínios, Americanas, Siciliano… Se notarmos estamos cercados por vários sítios de vendas, redes de relacionamentos, notícias e diversas possibilidades através da rede.
Melhor oportunidade não há para se adaptar, se informar e gerar negócios neste universo.